terça-feira, 13 de janeiro de 2015

POR QUE DEVO SER ASSERTIVO?


Inicialmente devemos definir assertividade palavra que tem como significado ser pacifico sem ser
passivo. Isto é, ser assertivo é dizer tudo o que quer dizer sem que passe por cima dos direitos dos outros e dos seus próprios direitos. Passar por cima dos próprios direitos pode gerar consequências como ansiedade, remorso, culpa e arrependimento.
Agir assertivamente é ser franco e racional de forma clara, é expressar interesses próprios sem constrangimentos.
Algumas pessoas acreditam que agir de forma assertiva é falar tudo o que vem a cabeça, porém neste momento se esquece o quanto esta magoando e passando por cima dos direitos da outra pessoa.
Em alguns outros casos algumas pessoas ficam em silencio em situações que deveriam falar suas vontades, seus desejos, nesta hora a consequência pode ser frustração e tristeza e não fazer aquilo que você tem vontade, pois ficar em silencio por medo de falar para evitar confusões não é ser assertivo. Ser assertivo vai além; dizer de forma amena suas vontades e se sentir feliz com sua conduta e opinião nas relações sociais.
Dentro dessas questões a terapia trará expectativas, amplificará as oportunidades e exposições para que a pessoa se torne assertiva. Estratégias e analises sobre o comportamento e as consequências de ser não-assertivo farão que o terapeuta desenvolva o comportamento assertivo do cliente.
Por que devo ser assertivo?
Algumas pessoas podem não entender o motivo de falar tudo o que quer fazer ou o que deseja dentro de seus direitos.
A pessoa assertiva se sente feliz e satisfeita dentro de suas relações e com sua própria vida, porque sempre faz contratos com as pessoas como ” eu não gosto de pizza, mas enquanto você come a pizza eu posso pedir uma salada” dessa forma expor o que deseja sem passar por cima de suas vontades é simplesmente uma das causas principais para você ser assertivo e ter relações agradáveis e de muita qualidade.
Pode parecer irrelevante, mas em pouco tempo a pessoa não- assertiva se sentirá insatisfeita, pois acumulo de situações em que não foi assertiva a deixará intolerante.
Porque algumas pessoas se comportam não assertivamente ?
– Medo de levar bronca, ser xingado ou ameaçado faz com que o indivíduo se esquive de situações que ele tenha que ser assertivo.
– Algumas pessoas são elogiadas por serem inadequadas ou recebem ganhos por serem não assertivas ou seja o comportamento não assertivo se mantém por questões sociais.
– Os modelos que a pessoa possui na vida, como família amigos e parceiros. Estes modelos são imitados ao longo da vida e observados assim, o indivíduo aprende a se comportar de forma não assertiva.
– Não ter oportunidades para se expor a alguma experiência assertiva, este poderá ser um dos motivos da não assertividade.
– Crenças e padrões culturais também são critérios que indicam se o indivíduo aprendeu a ser não-assertivo, questões sociais formas de se expressar e as relações familiares ou amorosas podem desenvolver e modelar o sujeito para que se torne assertivo ou não.
ALGUMAS dicas para se tornar assertivo.
Não podemos descartar a hipótese de que cada pessoa possui sua história de vida sua cultura e seus modelos de comportamento. Por isso as dicas podem ser diferentes a cada pessoa, por isso caso você perceba que precisa ser mais assertivo é interessante que você procure a terapia para desenvolver este comportamento, assim o terapeuta irá analisar com você quais são os motivos de você se comportar dessa forma não-assertiva e o que você pode mudar dentro das possibilidades de sua vida.
– Ser empático, entender o que as pessoas tem direito de sentir, agir e dizer.
– Ser claro e conciso, mostrar suas opiniões de forma clara, firme e em tom de voz ameno, possibilitará que as pessoas dêem ouvidos e compreendam os seus direitos e vontades.
– Concentre-se em uma determinada situação com um incidente especifico, lembre como se sentiu antes e depois da situação.
– Saber quais são os seus limites, suas necessidades, perspectivas e vontades, afinal para você colocar em pratica esses itens é necessário que você conheça muito de si mesmo.
– Observe comportamentos assertivos, como eles agem e falam.
– Estar apto a mudar e se expor a novas situações.
– Observar se seus comportamentos tem sido assertivos, você esta satisfeito com suas relações interpessoais?
– Fazer um diário e responder quantas vezes foi assertivo e quantas vezes não foi.
Respeitar os direitos dos outros e os seus direitos é primordial para que você se torne assertivo. As consequências de ser respeitoso aos direitos seus e dos outros é uma vantagem que só trará consequências positivas e sentimentos bons.
Autora:  (Psicóloga CRP 06/109800)
*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

0 comentários:

Postar um comentário