sexta-feira, 22 de agosto de 2014

INCONGRUÊNCIA É CARACTERÍSTICA DOS PESSIMISTAS

Por Antônio Carlos Amador



"Você determina sua vida ou é um simples fantoche operado pelos seus demônios internos?"


Quando verificamos nossos pensamentos, sentimentos e ações e encontramos alguma área que não esteja funcionando tão bem quanto as outras, é sinal que estamos em desequilíbrio, somos incongruentes.

Uma pessoa congruente vive em equilíbrio entre o pensar, o sentir e o agir. A congruência é uma característica básica das pessoas equilibradas: o corpo, a mente e o sistema de valores interagem. Na verdade, existe uma unidade entre o que pensamos, sentimos e fazemos.
Quando nos tornamos pessoas congruentes, praticamos aquilo que falamos. Rimos quando estamos alegres e felizes, abraçamos quando sentimos afeto, ficamos rubros quando estamos com raiva, pedimos um abraço quando estamos carentes. Mas também pensamos. Podemos pensar sobre as coisas da vida, o rumo que tomam e o contexto em que nos encontramos. Temos consciência do que sentimos e fazemos.

A incongruência é a característica dos pessimistas e derrotistas. Uma pessoa incongruente pode sentir amor e querer expressar tal afeição, mas ficará tensa e hesitante no momento de colocá-la em prática. Uma outra pessoa incongruente tem pensamentos idealistas e justos, mas depois fará de tudo para afastar sua filha do namorado pobre. Ou seja, tal ação está em desequilíbrio com o pensamento e o sentimento dessa pessoa.
"Personagens"

Um homem, com sentimentos desequilibrados e disfuncionais, citava estatísticas de saúde pública para consolar um amigo com câncer. Ele deixava que sua ação fosse totalmente governada pelo pensamento e se esquecia de levar em conta seus sentimentos e os do amigo.

Uma mulher, com pensamento disfuncional, apaixonou-se loucamente por um homem sedutor, que lhe prometeu mundos e fundos; mas acabou sendo maltratada e abandonada. Ela permitiu que seus sentimentos governassem suas ações, sem que seu pensamento funcionasse e avaliasse a situação.

Uma garota sentiu-se muito só numa festa e foi embora para casa, onde ficou pensando sobre o motivo de sentir-se só. Mas, ao invés de tomar uma atitude a esse respeito, ocupou-se em trabalhar na cozinha, lavando louças e panelas. Sua ação encontrava-se em desequilíbrio com seus pensamentos e sentimentos.

Os graus de congruência e incongruência são aspectos importantes no plano psicológico de vida de cada pessoa. As pessoas saudáveis querem ser livres para escolher e determinar suas vidas, em vez de existir como simples fantoches operados por demônios internos, ou por estímulos externos. Elas lutam por algo mais do que adaptação - elas querem crescer e desenvolver seu potencial.



Fonte: UOL

0 comentários:

Postar um comentário