segunda-feira, 11 de agosto de 2014

CINCO LINGUAGENS DO AMOR PODEM PREJUDICAR SEU RELACIONAMENTO 2

Por Arlete Gravanic


No texto anterior (veja aqui), expliquei três das cinco linguagens do amor. Agora, na segunda e última parte deste artigo, irei falar das outras duas.

A quarta linguagem do amor chama-se: atos de serviço.

Esse nome parece estranho. Na verdade, essa linguagem deveria ser chamada de: "fazer coisas para agradar quem gostamos".

Quando gostamos de alguém, expressamos afeto fazendo coisas que possam agradar a outra parte.

Parece simples?

E até que é, o problema é que muitas vezes as pessoas não percebem essas demonstrações de amor, pois acabam achando que aquilo é sua "obrigação" ou "missão", ou que o outro tem "obrigação" de fazer, que aquilo seria um dever do outro ou um direito seu.

As pessoas deixam de perceber que essas atitudes, que podem ser desde coisas simples como colocar a mesa, preparar uma comida, lavar a louça ou dar banho no cachorro, fazer uma festa surpresa ou até pagar uma conta (ou várias!) são atitudes que merecem ser consideradas de maneira especial, pois para que elas aconteçam precisamos dedicar vontade, tempo, energia... precisamos colocar isso no planejamento. É preciso reconhecer que esses atos significam uma expressão de amor, pois ninguém tem obrigação de fazer, cuidar ou pagar... isso é uma linguagem e está dizendo: eu gosto, eu cuido, eu protejo, eu amo.

Prestar atenção nessa linguagem pode facilitar a sua demonstração de afeto como também melhorar sua percepção dos afetos amorosos dedicados a você.

5. Toque físico

O toque físico é a linguagem do amor primária de todos nós. O carinho de sentir o aconchego acalma e traz a sensação de amor desde quando éramos bebês. Nós crescemos, desenvolvemos nosso racional, mas os toques e carícias sempre mobilizam afeto; são uma expressão de amor!

Nos relacionamentos entre pessoas, os toques desde os mais simples como um cafuné, andar de mãos dadas ou abraçar, beijar ou até mesmo as carícias mais íntimas de uma relação sexual também são uma forma de demonstrar afeto, um amor entre as pessoas. São essas atitudes carinhosas e sensuais que faz com que o outro se sinta amado(a), a ausência de atitudes carinhosas e até mesmo de carícias no momento de intimidades sexuais traz para a outra parte uma insegurança com relação ao amor do outro.

Muitos casais, com o passar do tempo, perdem essas atitudes carinhosas e passam a se distanciar física e emocionalmente.

Preste atenção nesses detalhes:

- Há quanto tempo não andamos de mão dadas?

- O beijo carinhoso, o beijo de língua (não aquele selinho robotizado), há quanto tempo não acontece? Ou não dedicam pelo menos uns 20 ou 30 minutos para trocarem beijos e carícias?

- Há quanto tempo não dançam juntos?
Preste atenção às suas atitudes e veja se você pode melhorar sua demonstração de amor através da linguagem corporal.

Essas cinco linguagens:

1ª) palavras de afirmação;
2ª) tempo de qualidade;
3ª) presentes;
4ª) atos de serviços
5ª) e toque físico são todas fundamentais para que a boa qualidade dos relacionamentos possa ser vivida.

Muitas vezes a pouca sensibilidade que vivemos na rotina do dia a dia, somada ao estresse da vida, nos afastam da possibilidade de alimentá-las e percebê-las. Essas linguagens comunicam o amor que tanto desejamos viver!




Fonte: UOL

0 comentários:

Postar um comentário