sexta-feira, 18 de abril de 2014

7 DICAS NA BUSCA DA FELICIDADE

Será fácil sentir-mo-nos bem connosco próprios e com os outros à nossa volta? Não vou apresentar a formula mágica para a felicidade, mas talvez umas luzes que poderão ajudar no caminho até ela! Se não as segue, tente segui-las, verá diferença quase instantânea! Valorize-se, seja feliz!

As 7 Dicas na Busca da Felicidade:

Ajude – Ao ajudar os outros, ajudamo-nos a nós próprios. Porque não reservar umas horas por semana a ajudar, um amigo, um necessitado ou mesmo um desconhecido? Se melhoramos as pessoas à nossa volta, elas vão fazer de nós pessoas melhores.


“O egocentrismo corrói a alma. O altruísmo renova-a.” 
Kaíque Francis Rodrigues Bueno


Ria – Rir é dos exercícios que melhor faz ao organismo, não apenas pelos músculos que movimenta, nem por ser uma consequência de algo “bom” que nos acontece, mas por que ao rirmos estamos a libertar centenas de substâncias benéficas ao nosso organismo e ao mesmo tempo de uma forma directa e indirecta, estamos a contagiar os outros. Se não o faz actualmente, porque não reservar na semana umas horas para rir? Ver uma comédia, uns vídeos, relembrar situações hilariantes com amigos.


“O sorriso que ofereceres, a ti voltará outra vez.” 
Abílio Guerra Junqueiro


Relaxe – Perceba que aconteça o que acontecer, as preocupações, a ansiedade e a tensão não vão resolver. Por isso, se pode fazer algo para alterar a situação, faça! Caso contrário, relaxe!


“O passado é uma história, o futuro é um mistério e o AGORA é uma dádiva, e por isso se chama presente.” 
Panda do Kung Fu


Perdoe – Não guarde ódios ou rancores. Perdoar não é compreender, nem muito menos esquecer, é apenas libertar a pessoa para seguir o seu caminho, provavelmente ela irá entender. Independente do que aconteceu no passado, seja uma pessoa melhor, perdoe!


“Ter ódio por alguém é beber veneno e esperar que outra pessoa morra!” 
Kadmous Alassal


Arrisque – Embora à primeira vista não pareça, crescemos mais quando pisamos terreno desconhecido do que, continuamos no “velho” e conhecido terreno. Impossível viver sem correr riscos, a vida por si é um risco. Porque não aceitar isso e faze-lo de forma voluntária e consciente? Se não está genuinamente feliz com aquilo que conhece ou experiencia, porque não conhecer ou experienciar algo novo?


“Lute. Tente. Arrisque. Corra. Mude. Sensualize. Insista. Melhore. Evolua. Cresça. Chore. Pense. Mas, nunca pare.”
Ariadne Motta


Supere-se – Pode ser sempre mais em tudo o que faz. Por mais que não queira, existem medos e bloqueios, que limitam o seu caminho, o seu explorar ou mesmo o seu caminhar. Enfrente os seus medos. Em última instância, as únicas barreiras que separam você do paraíso, têm origem directa ou indirecta nos seus medos e bloqueios. Enfrente-os! Verá que cada medo que vence, a sua vida vai-se iluminar um pouco mais.


“O impossível está a um passo da nossa superação, a partir do momento que nos superamos algo impossível se realiza.“
Sérgio Pinheiro


Respeite – Cada pessoa é única, com a sua identidade e experiência, logo, embora muitas semelhanças, todos somos diferentes. O mundo é único, mas podemos construir infinitos mapas para o descrever. Porque assumir que um mapa é mais valido que outro? Não julgue!  A nossa experiência e os nossos conceitos são tão validos como qualquer outro.


“Se não respeitares as diferenças, jamais descobrirás as semelhanças.” 
Verônica Clow


Fonte: PsicologiaFree

0 comentários:

Postar um comentário