quinta-feira, 27 de março de 2014

PAIXÃO É PRODUZIDA PELO CÉREBRO

Por Marta Relvas

"A paixão é produzida em uma área do cérebro denominada sistema límbico de recompensa"

Quem nunca sentiu paixão por alguém, pelo trabalho, ou por alguma atividade que esteja realizando? Dizem que para se fazer algo e para fazer bem há necessidade de se colocar umas "pitadas" de emoção e paixão.

A paixão ganha uma expressão simbólica representada pelo coração e é ledo engano pensar que é esse órgão que se apaixona. Na verdade, é o cérebro que promove essa reação emocional. A paixão é quase vista como um processo irracional, pois dizem que a paixão cega... Será?

Quem se apaixona sabe muito bem que tal sentimento provoca "brilho" no olhar. Basta observar um casal de namorados ou uma pessoa que tenha conseguido conquistar um grande sonho que é possível se perceber a plenitude da felicidade.

Essa satisfação é produzida em uma área do cérebro denominada sistema límbico de recompensa. Essa estrutura fica bem "escondidinha" no interior do encéfalo, protegida pelas regiões subcorticais dos núcleos accubens, onde as células neurais especializadas (neurônios) produzem substâncias neuroquímicas - os neurotransmissores do tipo neurotrofinas.

Ainda bem que nosso cérebro produz neurotrofinas para nos apaixonarmos! Pena que tem curta duração: em média dois anos. São elas que, ao serem liberadas do sistema límbico, nos promovem o êxtase nos calorosos encontros quando vemos alguém que gostamos, abraçamos os nossos amados(as) e quando realizamos atividades que nos provocam prazer.

Porém, como ela tem vida curta, deveríamos dar uma ajuda diária aos nossos cérebros para sempre nos apaixonarmos por algo que nos promova automotivação.

Seis dicas para liberar o neurotransmissor da paixão:

1ª) Leitura de um bom livro.

2ª) Estar com pessoas que promovam um "alto astral".

3ª) Busque a automotivação, algo desafiador e prazeroso no seu trabalho; busque a recompensa para se construir propósitos e significados maiores nesse universo. 

4ª) Permita-se apaixonar pelo seu companheiro ou companheira todos os dias: perceba o que tem de melhor nessa relação.

5ª) Escreva cartas de amor e envie para a pessoa amada.

6ª) Surpreenda o outro com palavras e atitudes carinhosas.


Fonte: Vya Estelar

0 comentários:

Postar um comentário