sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

CORRUPÇÃO E CARNAVAL: COMO O BRASIL, NÃO TEM IGUAL

Por Katree Zuanazzi
 
 
A televisão está lotada com programações de entretenimento barato como Big Brother Brasil, novelas, sensacionalismos, humores sem graça nenhuma, fofoca sobre a vida de “celebridades”, mulheres se retorcendo como lagartixas, Jornais de Notícias, que nem sempre retrata as notícias importantes para a nação, e demais programas destinados a pessoas acéfalas. Logo, a tragédia que nossa pátria amada vem enfrentando fica às escondidas, reprimida, calada, como se fossemos cego, surdo e mudo nos entregamos a programações alienadoras.
 
Somos sufocados por uma onda de ilusão. A verdade que nosso país está enfrentando vem sendo abafada e esquecida pelo conformismo dos derrotados. Sim, somos derrotados, eu e você que nada fazemos pela pátria que residimos. Nosso país foi saqueado por terroristas com a nossa permissão, aliás, com o nosso aval. Faço das palavras de Marcelo D2, as minhas palavras: “Entra Fernando e sai Fernando (Agora, entra Lula e sai Lula) e quem paga é o povo, que pela falta de cultura vota nele de novo. E paga caro, com corpo e com a alma, e entrega nas mãos de um pastor, pra ver se salva. Com a barriga vazia não conseguem pensar [...] Vários irmão se recolhem, vão em frente. Vários também escravizam sua mente”.
 
É exatamente isto que ocorre agora na história do Brasil, somos escravos dos espertalhões. Lula, melhor dizendo o Capo di tutti capi (chefe de todos os chefes), que tem seu terceiro mandato mascarado de Dilma, continua a furtar a nação descaradamente. Os escândalos são inúmeros: mensalões, amante, filho que fica rico da noite para o dia (na internet a matéria “Filho de Lula, de catador de estrume a milionário”), etc. e a famosa “vista grossa” impera. Um jornalista há algum tempo chamou o PT de Cosa Nostra brasileira, achei o máximo esta postulação, sendo que o PT não passa de uma sociedade criminosa, semelhante à máfia siciliana.
 
Entretanto, o que fazer diante disso? Muitas pessoas inteligentes, estudadas, formadoras de opinião, estão cientes do que vem acontecendo e se veem impotentes, realmente não sabem que atitude tomar além de informar os outros cidadãos menos instruídos do que vem acontecendo, e “tentar” levantar um movimento contra isso, porém parece que tudo é em vão. Recentemente teve o evento Marcha contra os corruptos e o que vemos? Poucas pessoas envolvidas, pouco destaque se comparado à Parada Gay e Marcha da maconha. Enfatizando que não estou criticando estes movimentos, apenas chamando a atenção para o fato de que, se para o interesse de uma minoria há eventos de tamanha proporção, porquê um assunto de interesse de todos os brasileiros não se faz praticamente nada?
 
O Brasil vai gastar mais de 11 Bilhões de reais com essa porcaria de copa do mundo enquanto pessoas estão morrendo na fila do SUS! E o pior é que tem muito bobo-alegre (peço desculpa aos leitores pela expressão) que tá achando o máximo, ta até guardando dinheiro pra ir assistir jogos em 2014. Sem falar do carnaval, pelo qual tornou famoso o Brasil como pais da pobreza e de mulher promíscua, e grande parte da população, cuja minoria é do sul, simplesmente adora. A dança tudo bem, é saudável praticar esportes seja eles quais forem. Agora, dançar nua, carregando um monte de pena na cabeça, e inúmeros adornos que usados por mais que alguns minutos, sem sombra de dúvidas, causa dor física, na minha ótica gostar disso beira a insanidade, e o pior de tudo é que estão sorrindo, por aquele momento esquecem que passam fome, moram em situações precárias, tem pouco acesso á educação e saúde e vivem na calamidade. Enquanto nosso dinheiro é roubado com impostos exorbitantes tem gente preocupada com a penuja que vai usar no próximo carnaval. Bem que dizem que o país tem o governante que merece.
 
Nunca votei no Lula, me orgulho disso, algumas vezes votei em Branco como forma de protesto e sempre culpei o nordeste pelos corruptos colocados no poder, e torci veementemente por separar o sul do resto do Brasil, mas nunca fiz nada para tanto. Afinal, é tão mais fácil culpar os outros enquanto ficamos nos bastidores, é exatamente isso que me peguei fazendo, junto a milhões de brasileiros que se indignam com a situação e nada fazem para mudar.
 
Não quero que as minhas sejam apenas meras palavras jogadas ao relento, quero que elas se transformem em ato. Chega de PT! Chega de ser o país do carnaval, das putas pobres, dos ladrões poderosos, dos mafiosos, da miséria, dos doentes terminais, da morte por inanição, enfim, chega de ser o País das bananas, onde a maioria vive na desgraça achando tudo lindo-maravilhoso. Chega de ser famosa internacionalmente como escória mundial.
 
Penso que quem ri de si mesmo é sábio, mas quem gargalha e festeja as próprias desgraças só pode ser retardado.

Um comentário:

  1. Perfeito este comentário. É o que eu penso também.

    ResponderExcluir