quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

LINGUAGEM CORPORAL

Por André Macedo
 
 
Qual o meio que você usa mais para se comunicar? Se sua resposta foi a fala, sinto lhe informa, mas é um erro. Usamos de todo nosso corpo para nos comunicar, e isso vem sendo estudado a tempos.
 
Desmond Morris publicou um livro em 1960 chamado ‘Naked Ape’, onde compara o comportamento do homem com o dos macacos. Pense em um jogador de futebol quando faz um gol, ele grita, bate no peito se mostra para a torcida, comportamento semelhante ao de um macaco disputando uma fêmea, o bater no peito, o gritar, tudo isso demonstra de onde se inicia a parte principal de nossa comunicação.
 
Numa sociedade imediatista, onde você conhece pessoas ao tempo todo e tem que manter relações com elas (sejam trabalhistas, emocionais, ou até de um atendimento numa recepção), conhecer a linguagem corporal é uma grande vantagem. Darwin em 1872 já havia escrito a respeito do assunto em seu livro intitulado ‘A expressão das emoções no homem e nos animais. “ele pediu a cientistas do mundo todo para enviarem exemplos interessantes dessa “linguagem animal”, como chamavam.
 
Darwin queria ver se havia alguma relação entre os gestos humanos e sociais. Recebeu centenas de respostas, especialmente descrições de dentes à mostra, gargalhadas e demonstrações de triunfo, quando tendiam não apenas a bater no peito, mas também pular, correr e uivar” (COHEN, pg. 27).
 
É comprovada a existência de neurônios espelhos, localizados no lobo frontal que fazem com que emitamos o comportamento da pessoa com quem estamos nos relacionando na hora, como por exemplo, se a pessoa demonstra tristeza, tendemos a espelhar suas emoções criando assim uma empatia. Até bebês imitam gestos.
 
Freud em sua obra ‘Psicopatologia da vida cotidiana’ nos dá um exemplo claro de linguagem corporal que não condiz com a linguagem verbal. Perguntando a uma de suas pacientes sobre seu casamento, ela respondeu que estava tudo bem, porém mexia constantemente na aliança, tirando e a recolocando.
 
Provavelmente você já assistiu a série ‘Lie to Me’ e achou aquilo fora do normal, mas o personagem principal da série, Drº Cal Lightman, é baseado em um psicólogo que faz essas pesquisas, o nome dele é Paul Ekman. Nisso podemos ver como podemos nos antecipar a situações, prevenir inconvenientes, descobrir mentiras, etc.
 
Esse é um assunto de extrema importância para o psicólogo, até porque, de início, o paciente não fala toda a verdade ao psicólogo, e este precisa ter o discernimento de intervir na hora certa para não criar uma situação delicada na sessão.
 
Recomendo além dos livros já citados, o livro de David Cohen, chamado ‘A linguagem do corpo’, os livros de Paul Ekman para quem fala inglês, o livro ‘O corpo fala’ do autor Pierre Weil, e além de tudo observar, está é a melhor maneira de aprender a ler a linguagem corporal, essencial na nossa profissão.

0 comentários:

Postar um comentário