segunda-feira, 26 de agosto de 2013

SAIBA LIDAR DE FORMA SAUDÁVEL COM O FIM DO RELACIONAMENTO

O término de um relacionamento normalmente não é tranquilo para as partes envolvidas. Com ele vêm sentimentos de tristeza e desamparo e até mesmo males físicos, causados pelo estresse da situação. Há um luto a ser processado e uma crise de identidade que envolve mudar do nós de volta para o eu. De acordo com a Dra Andressa Santos, psicóloga de Curitiba, o luto é um processo doloroso de separação entre um indivíduo e seu objeto de afeto e idealizado.
Um ditado popular diz que o tempo é o melhor remédio para isto e, mesmo que o seja, há maneiras de se acelerar o processo de cura, com medidas que visam retomar o controle sobre sua saúde e bem-estar. Confira algumas dicas que podem ajudá-lo a lidar melhor com esta situação: 
Escreva ou fale sobre o assunto - Por mais que falar ou escrever sobre algo doloroso possa ser difícil, guardar esse tipo de sentimento pode impedir uma recuperação mais rápida. Se permita sentir raiva, tristeza, chorar. Nesse momento a catarse, o ‘botar para fora’, é um grande aliado.
Cuide do que você come - Dê atenção extra para a alimentação e tente não comer demais ou de menos. Coma alimentos saudáveis, frescos e nutritivos.

Cuide de seu corpo - Faça exercícios, mas cuidado com os excessos! Exercícios aeróbicos liberam endorfinas que ajudam a diminuir os níveis de estresse.
Foque em tudo de bom que existe em sua vida - Evite suposições negativas, nos momentos dolorosos seja sempre otimistas e foque no que gosta e no que te faz bem.
Faça uma ‘Dieta de Obsessão' - Ficar pensando sempre no(a) ex é uma reação natural a um término. Mas essa obsessão só faz mal a você. Tente limitar seus períodos de ‘obsessão do(a) ex’, por exemplo: se dê 5 minutos por hora para ficar pensando obsessivamente naquilo e depois se force a parar. Aos poucos, diminua de 5 para 4 minutos, depois 3, e por aí em diante.
Retribua - Ter gestos de generosidade e carinho com os outros é uma maneira de se sentir bem com você mesmo e aliviar a tristeza. 
A psicóloga Ana Paula Azevedo, do Rio de Janeiro, explica que o fim de um relacionamento é um processo doloroso que faz parte da vida e do crescimento. Considera-se natural o choro, a raiva, a tristeza, a culpa após o término do relacionamento. O sentimento de tristeza é natural, só temos que ficar atentos para que essa tristeza não se transforme em uma depressão. Já vi muitos casos, como profissional, do paciente entrar num quadro depressivo após o fim da relação. Neste caso é relevante procurar um profissional adequado para superar este problema, considerado patológico.  
Vale ressaltar que o luto é pra ser vivido, entendido e superado. Após vivenciar este luto a pessoa estará pronta para iniciar uma nova relação.
Então visite um psicólogo, ele te ouvirá e te ajudará neste momento difícil da sua vida. Marque um atendimento agora!

0 comentários:

Postar um comentário