segunda-feira, 19 de agosto de 2013

COMO NÃO SER CONTROLADORA COM MINHA FILHA?

"Minha filha única de 18 anos está estudando nos Estados Unidos. Foi duro demais para eu entender essa necessidade dela. Ela quer provar que consegue se virar sozinha. Eu entendi o quanto sou controladora. Mas dói tanto...Teve momentos em que eu achei que ela me odiava. Como superar?" 

Resposta: O melhor para superar a dor é construir sua vida independente da sua filha.
Para muitas mulheres a maternidade dispara uma espécie de amor que mais acorrenta que liberta. 

Do que será que tem receio se abrir mão do controle? 

O que acha que ganha e perde mantendo acorrentada a sua filha? 

Com certeza sua dor pode atrapalhar o processo dela de independitização, não? 

Se a ama tanto, liberte-se e a liberte do jugo do amor materno que tudo quer e tudo pode. Deixe-a ir, bons pais são e serão sempre portos-seguros para retornarmos quando precisarmos. 

Acredite no amor de vocês e inicie um olhar mais amplo para sua vida, afinal antes de ser mãe, você é uma mulher. Onde está essa mulher? Existe uma mulher que tem o direito de optar pelo caminho que desejar.


Fonte: Vya Estelar

Um comentário: