sexta-feira, 3 de maio de 2013

O QUE SE PASSA NA FACULDADE DE PSICOLOGIA?

Por André Macedo


Este texto é baseado no Art. 4° (I, II, III, IV, V e VI) das Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos
de graduação em Psicologia. As instituições de ensino superior deviam adotar esses princípios.

O profissional de psicologia precisa de uma base humanística para desenvolver sua atividade. O primeiro ponto é a questão da atenção à saúde. Como pode um profissional que vai lidar com problemas de saúde mental e de adaptação a sociedade não ser um profissional que respeite as questões éticas? Ou tente promover a saúde, promovendo também a prevenção (já que cada vez mais pessoas têm apresentado problemas de ordem psicológica)? O psicólogo deve estar preparado para proteger e reabilitar as pessoas a que a ele recorrem. Todo ser humano tem direito a uma vida digna. Infelizmente os portadores de transtornos mentais ainda carregam consigo um estigma que vem de muito tempo e ainda não cessou, Foucault já fala disso em seu livro ‘História da Loucura’, dos estigmas que os “loucos” carregam. Então devemos ver como parte essencial da formação do psicólogo reintroduzir esses indivíduos na sociedade através da reabilitação.

Um segundo ponto diz respeito à tomada de decisões. O profissional deve estar sempre à parte do que acontece ao seu paciente e a saúde em geral para que possam avaliar os problemas envolvendo sua área de atuação para que tomem decisões mais acertadas, claro que com uma base cientifica para isso, quanto à conduta do caso ou mais amplamente no sistema geral de saúde.

O psicólogo tem um dever enquanto profissional de manter o sigilo do que acontece dentro da sua clinica. Porém, quando necessário, que se estabeleça contato com outros profissionais na promoção, cuidado ou prevenção de um paciente, deve se ter em mente, sempre, os princípios éticos das informações a eles concedidas e confiadas a eles pelos pacientes.

Importante também é o profissional estar apto a assumir posições de liderança em frente a equipes multidisciplinares para o bem estar da comunidade, afinal a matriz do curso de psicologia é fundamentada no principio de respeito às diferenças, de humanização e de cuidado com a questão do bem estar social.

Os psicólogos também devem estar preparados para fazer gerenciamento e administrar a força de trabalho, recursos, de exercerem liderança nas equipes em que trabalham. Devem também aprender a empreender e gerir. Levando sempre em consideração a questão ética de se trabalhar com pessoas. Essa acaba sendo uma área uma área um pouco diferente das outras, a área de Recursos Humanos, mas nem por isso deve-se perder a ética em vista do lucro. O profissional formado em psicologia tem o dever de estar sempre preocupado com o que com eles trabalham, portanto mais uma vez falo da importância da ética profissional.

Para finalizar, devemos nos preocupar sempre com a atualização do conhecimento. Os profissionais não devem parar de estudar. A Psicologia é uma ciência relativamente nova, portanto devemos sempre estar preocupados em aprender e até consertar questões que com as pesquisas futuras mostrem que a prática está sendo exercida de forma equivocada. Nisso temos a responsabilidade de continuar o estudo para que passemos isso às próximas gerações de profissionais através da educação e treinamento. É importante a cooperação de redes nacionais e internacionais, pois assim fica mais fácil compreender e tentar achar soluções para os problemas que nossa profissão levanta. Tudo isso pode ser resumido na humanização, estudo e contato entre os profissionais, havendo isto, a profissão e os pacientes ou clientes só tem a ganhar.

Não ia entrar nessa discussão, mas acho que é bom e necessário alguns estudantes saberem questionar seus professores acerca desse tema. Trabalhamos com gente, é necessário ser humano. As vezes os professores falam besteiras como: “os portadores de transtornos mentais são chatos; eles não amam ninguém”. Acreditem ou não, eu ouvi isso de uma professora de Psicopatologia. Se o aluno é alienado, é isso que ele vai ver em seus pacientes e de nada vai adiantar a instituição de ensino seguir as Diretrizes se os professores e os alunos não abraçarem a ideia.

0 comentários:

Postar um comentário