sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

A DESCONHECIDA SEXUALIDADE DOS IDOSOS

A sociedade permite apenas aos mais novos manifestarem sua sexualidade, relegando ao idoso a abstinência sexual, mostra estudo de Carina Corrêa Bastos e colaboradores do Instituto de Geriatria e Gerontologia da PUC-RS, na "Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia".

Grande parte dos idosos mostra interesse por sexo, mas mitos e preconceitos precisam ser superados. No estudo, 41,9% dos idosos manifestaram preferência por carinhos e toques, como forma de demonstração da sexualidade. Com base em dados coletados de 1.078 idosos, o sexo foi considerado muito importante por 16,6% dos homens e 7% das mulheres; e pouco importante por 30,3% dos homens e 47,9% das mulheres.

Os autores do trabalho destacam que a atividade sexual não é apenas o ato sexual e que existem outras formas de manifestar a sexualidade. São as demonstrações de carinho, afeto, companheirismo e ternura. De qualquer forma, a pesquisa da PUC-RS sugere que, com o envelhecimento, não há estagnação do desejo sexual.


Fonte: BOL




0 comentários:

Postar um comentário