segunda-feira, 12 de novembro de 2012

CÉREBRO MASCULINO x CÉREBRO FEMININO

Desde o início do ser humano enquanto tal, existiram sempre diferenças entre o homem e a mulher. Ao nível genético é inquestionável, mas ao nível cerebral haverá mesmo diferenças significativas? E se as há, quais são? Vamos então analisar os cérebros e as capacidades cognitivas de ambos os géneros.

Ao nível Global, o cérebro das mulheres possui aproximadamente menos 10% que o dos homens, contudo, as suas células nervosas possuem maior número de ligações entre elas, tornando-o mais denso. O cérebro da mulher é mais propenso a alterações químicas, como no deficit de produção de serotonina, originando depressão. Refletindo-se que as mulheres têm mais depressões que os homens.

Ao nível da cognitivo da atenção, a mulher tem a capacidade de dividir a concentração, enquanto o homem de a focar. Isto é, frequentemente vemos uma mulher atenta a todos os pormenores, todos os sinais, de todas as tarefas. Enquanto o homem, consegue-se focar, de forma a abstrair-se de quaisquer outros estímulos (ex: quando o homem vê tv…nada mais existe J  ). Porém, ambos os “estilos” podem ser negativos ou positivo, conforme a situação.

Estudos indicam que a mulher possui a estrutura corpo caloso (responsável pela ligação de ambos os hemisférios) maior que os homens, permitindo-lhes fazer mais facilmente tarefas distintas em simultâneo, visto de os dois hemisférios estão melhor ligados.

Ao nível cerebral as mulheres têm o hemisfério esquerdo melhor organizado, especificamente a área verbal (área Broca 23% maior e área Wernicke 13%), proporcionando-lhe maior fluência e memória verbal que os homens. Já o cérebro dos homens, verifica-se o hemisfério direito melhor organizado, proporcionando-lhes maior competências ao nível da orientação espacial, tendo estes maior facilidade em visualizar a rotação dos objetos, identificar figuras geométricas, calcular distâncias e velocidades.

O cérebro dos homens, proporciona-lhes uma maior habilidade de sistematização, de forma a entender melhor sistemas baseados em regras e na lógica, de causa e consequência. Típico do pensamento dos programadores ou dos jogadores de xadrez.

O cérebro das mulheres, contrariamente ao dos homens, proporciona-lhe maior empatia, têm maior facilidade em identificar emoções e sentimento, e responder a estes de forma adequada, típico das psicólogas ou vendedoras.

Ambas as habilidades podem ser negativas, tornar o homem premeditador e as mulheres manipuladoras, tudo depende de como estas habilidades/competências são integradas na personalidade.
Ao nível do QI, embora as mulheres a nível verbal sejam superiores e os homens sejam superiores ao nível espacial e lógico-matemática, a média do QI revela-se sem diferenças significativas.

Resumindo as funções de forma geral, o cérebro masculino foca-se na compreensão das coisas a um nível racional e lógico, enquanto o cérebro feminino está programado para a empatia.

Verificamos várias diferenças ao nível cerebral e por consequências as funções associadas a cada género. Mas é importante referir que todos os estudos são feitos com base em diferenças estatísticas. É claro que existem mulheres excelentes matemáticas e homens com enorme capacidade de empatia. Ao nascermos existe apenas predisposições, nada determinista.


Fonte: Psicologia Free

Um comentário:

  1. Só sendo uma "feminista" muito ignorante para continuar a afirmar que homem e mulher são iguais.
    A Ciência esta ai para mostrar que não. Portanto vamos respeitar as debilidades e facilidades de ambas as partes.

    ResponderExcluir