domingo, 18 de novembro de 2012

A INCÓGNITA DA SEXUALIDADE


Por Janaina Ribeiro



A sexualidade sempre foi um tabu, mesmo em pleno século XXI. Nosso desconhecimento e nossas dúvidas sobre nossa sexualidade são inúmeros, até mesmo para quem julga dizer que sua vida íntima seja um "livro aberto".



Não há o que contestar, mesmo em se tratando da nossa sexualidade, ela nos parece algo incógnito, cheio de preconceitos, de moralismo, de dúvidas, de informações incorretas. E quando o assunto é Educação Sexual nas escolas, nem se fala, sempre houve barreiras por forças reacionárias, que não consideram assunto escolar, ou acreditam que educação sexual se restringe à disciplina de Ciências, nos assuntos de fisiologia e anatomia do corpo e do mecanismo reprodutivo.



Mas sexo é muito mais do que um processo de reprodução. Sexo é prazer, é desejo. É também proibição, perigo e culpa. Quantos de nós discutimos seriamente sobre sexo?Quantos jovens já falaram sobre sexo com pais, amigos ou professores? A questão sexual da juventude parece estar sempre no limite entre o desejo e a repressão. Para os jovens parece ser bem mais fácil discutir esse assunto com amigos do mesmo sexo.



Mesmo o sexo sendo cada vez mais discutido do que antes na televisão, no cinema, na rua, mesmo lendo livros sobre o assunto, nada perguntamos. Temos vários receios e dúvidas, mas preferimos não dizer.



O controle da reprodução, por exemplo, é de interesse de qualquer jovem que mantenha um relacionamento heterossexual. Decidir o grau de intimidade que se permitirá durante o namoro é um momento difícil para o jovem, pois há diversos fatores: desejo, fantasia, medo, falta de informação etc.



Além do controle da reprodução, muitas outras questões atormentam os jovens: a homossexualidade, o orgasmo, o aborto, os métodos contraceptivos, a masturbação, enfim, tudo o que diz respeito à nossa sexualidade é uma verdadeira incógnita e produto da ansiedade para a maioria dos jovens.

A maturidade e a informação são valores que podem esclarecer sobre a sexualidade, sendo essencial para a autoaceitação sem temores e angústias.



Perfil da autora: Janaina Ribeiro

ESTE AUTOR ESTÁ PARTICIPANDO DO CONCURSO PARA NOVO COLUNISTA DO BLOG PSICOQUÊ?. 
O VENCEDOR SERÁ AQUELE QUE TIVER CONSEGUIDO O MAIOR NÚMEROS DE LIKE.

0 comentários:

Postar um comentário