quarta-feira, 28 de março de 2012

TRATAMENTO REVERTE SÍNDROME DE DOWN


TRATAMENTO REVERTE DEFICIÊNCIA COGNITIVA EM RATOS COM SÍNDROME DE DOWN


A ingestão de cápsulas de proteína pode, num futuro próximo, ajudar a melhorar o desempenho cognitivo de pessoas com síndrome de Down, sugere estudo realizado por cientistas do Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos. A equipe liderada pela neurocientista Catherine Spong manipulou geneticamente embriões de roedores para que alguns filhotes tivessem uma cópia a mais do cromossomo 16, responsável por características similares às associadas a uma cópia extra do cromossomo 21 em humanos, responsável pela síndrome de Down. 

Os animais foram colocados junto a ratos sem a deficiência e, como era esperado, apresentaram dificuldade em realizar tarefas cognitivas, como buscar alimentos, com a mesma agilidade do grupo de controle. Entretanto, após receberem durante quatro dias pequenas doses diárias das proteínas MAP e SAL, apontadas por estudos anteriores como essenciais para o funcionamento das células gliais, conseguiram encontrar, por meio de pistas visuais, uma plataforma submersa em um labirinto aquático com a mesma velocidade do grupo de controle. Os ratos com a síndrome que não tomaram as cápsulas das proteínas demoraram em média duas vezes mais para encontrar a plataforma. 

Segundo Catherine, as células gliais são responsáveis pela nutrição e pelo fortalecimento das sinapses entre os neurônios, por isso a reação ao tratamento indica que o deficit cognitivo da síndrome de Down pode estar associado a uma deficiência no suporte aos neurônios, pois os ratos tratados com as proteínas mostraram sinais de melhora nas funções das gliais. Apesar de os cientistas não terem identificado efeitos colaterais do tratamento, não há previsão de quando serão feitos testes em humanos. A descoberta, porém, abre perspectivas para novas intervenções.


Fonte: UOL

0 comentários:

Postar um comentário