terça-feira, 20 de março de 2012

INSERINDO-SE NA SOCIEDADE


Por Lorena Bandeira


Primeiro dia de aula. A mãe ansiosa prepara rapidamente o lanche da filha. Coloca um delicioso sanduíche em sua lancheira, junto com um suco de laranja.

Já a filha, reluta em ter que ir pra escola. Achava que não se enquadraria, que ninguém iria querer ser sua amiga. Nunca fora muito inteligente, ou estudiosa, achava que todos a veriam como a “burra” da escola, além de ser loira só para piorar seu provável estereótipo.

Ela chega à escola, então e dirige-se direto para sua sala. Senta-se esperando que a aula comece logo, para que não tenha espaço dos outros a notarem. Balança seus tênis rosados e cutuca a presilha que colocou na cabeça. “Deveria tirar, chamaria menos atenção”, pensou.

Antes que a professora entrasse na sala, um grupo de meninas vinha em direção da jovem, a que vinha na frente tinha lindos e longos cabelos ruivos que pareciam dançar com o movimento que fazia, o vento brincava com cada fio de cabelo. Sua roupa estava impecável, nenhum amassado, nada fora do lugar, tudo combinava perfeitamente, a roupa combinava com o sapato e a bolsa, a menina estava em perfeita sintonia.

Pararam então em frente à menina loira e antes que ela pudesse justificar o porquê de estar sentada naquela cadeira, ouviu delicadamente:

- Esse é um Adidas? Original?

Meio desconcertada, a menina olhou com dúvidas para as meninas, mas concordou com a cabeça.

- E essa roupa?

- É Zara.

-Toda?

- Toda, menos o cinto...

As meninas entreolharam-se esperando que ela dissesse de onde era o cinto. Aparentemente a resposta poderia mudar totalmente o rumo da conversa.

- Eu não sei a marca, minha mãe comprou em Florença.

- Florença, Itália?

- Sim.

- Por que você não senta perto de nós, aqui na frente não é lugar para você. Vamos, temos muito em comum para ficarmos tão distantes.

E antes mesmo de ouvir a resposta, as meninas já iam andando por entre a sala, dirigindo-se a seus lugares. 

A loira, meio com dúvida, ainda tentava entender o que teria acontecido ali, aparentemente a escola era bem diferente do que a mãe dizia que seria.

0 comentários:

Postar um comentário