sábado, 1 de outubro de 2011

MARCAS DE MARLEY E EU

Por Dann Toledo



Sábado, 01 de outubro de 2011, acabei de assistir o filme Marley e Eu.

Como todos sabemos, nossas vidas são divididas em fases, e cada fase, serve para construirmos o que somos e o que nos tornaremos. Em cada momento dessas fases, pessoas aparecem e se tornam importantes para o que estamos vivendo. Algumas delas ficam pouco tempo conosco, outras permanecem mesmo que em memória, presentes em nossas vidas.
   
O que escrevo agora pode não ter muita coisa sobre psicologia, ou muito pelo contrário, pode ter a ciência psicologica mais pura. Afinal, psicologia que é o estudo da mente (alma), também é o estudo do ser humano, com todas as suas experiencias e vivencias obtidas.

Pensando agora sobre a minha vida, lembro de cada pessoa que passou por ela, choro, sorrio e recordo cada situação.

Quantas marcas ficaram em nossa "psique"? Indo mais além: Quantas marcas deixamos na "psique" desses andantes em nossas vidas?

Essas andanças que tivemos, temos e ainda teremos, serviram para que construíssemos o que somos hoje.

Por muito tempo pensei: "Qual o legado que eu deixarei para a humanidade?" ou "Qual a minha importancia enquanto profissional de psicologia, eu terei para os outros?". Pensando nisso, eu vejo hoje que esses questionamentos não tem tanta importância. Sei que de uma forma ou de outra já conseguimos fazer isso. Já mudamos e contribuímos para a mudança de muitas pessoas.

Muitos tem se esquecido do lado "humano" da psicologia. Escondendo-se atras de linhas, métodos e teóricos. Está mais do que na hora de largarmos tudo isso, tirarmos os "óculos psicológicos" e passarmos a olhar com olhos humanos, sem nos esquecermos que acima de todas as linhas, somos pessoas que deixam marcas nas vidas de outras pessoas. Enquanto estivermos distantes, superiores e inalcançáveis, jamais conseguiremos exercer o verdadeiro papel do psicólogo, que nada mais é do que ser um humano.



2 comentários: